Make your own free website on Tripod.com

CURIOSIDADES SALSERAS

 

COMO É QUE SE DIVIDE UMA SALSA???

Quem de nós, audiófilos e bailadores, já tivemos a curiosidade de saber quantas e quais são as partes em que se divide uma Salsa? Basta uma audição um pouco mais cuidada para notar que a Salsa não tem necessariamente uma estrutura similar à maioria dos temas que conhecemos no Brasil, fundamentadas na fórmula letra-estrofe-letra. Por isso, procurei uma das pessoas mais indicadas para falar à respeito...

Nota: este artigo nasceu de uma conversa via internet com o legendário trombonista, cantor e produtor Willie Colón. As palavras abaixo são dele, eu apenas traduzi, de modo que considero que a autoria é única e exclusivamente do Willie, e não minha.

El Intro:  Um gancho musical para chamar a atenção ao projeto.

El Guia: Estabelece a história e o caráter musical da peça.

La Entrega: Transição da guia ou do chamado "Mambo" ao Estribillo (coro).

El Estribillo: Onde o Sonero responde ao coro, com suas improvisações e seus versos. 

El Mambo:  Seção de interlúdio, comumente instrumental, que libera o arranjo a outras modalidades. 

La Moña ou El Jaleo: Seção instrumental onde os metais fazem melodias ou contra-pontos baseados na mesma modalidade do Estribillo. 

La Coda: O fim.

 

OS TÍTULOS E APELIDOS SALSEROS

Quem conhece um pouco da Salsa, sabe que freqüentemente os músicos e cantores levam muitos apelidos. A princípio, alguns desses "apodos" foram dados pelo próprio público, por locutores de rádio, os próprios cantores se batizaram e, nos últimos tempos, inventados nos escritórios das gravadoras. A lista é bem extensa, mas aí vão alguns:

Tito Nieves - "El Pavarotti De La Salsa".
Angel Canales - "El Diferente".
Ray Barretto - "Mr. Hard Hands".


Eddie Palmieri - "El Montunero Mayor" ou "El Sol De La Música Latina".


Willie Colón - "El Malo Del Bronx" ou "El Bad Boy De La Salsa".


Hector Lavoe - "El Cantante De Los Cantantes", "La Voz" ou "El Frank Sinatra Latino".
Marvin Santiago - "El Grifo", "El Sonero Del Pueblo" ou "Mr. Marvelous".


El Gran Combo - "La Universidad De La Salsa" ou "Los Mulatos Del Sabor".


Justo Betancourt - "El Explosivo".


Ruben Blades - "El Poeta De La Salsa".


Tito Rojas - "Mr. Dale Pa'Bajo" ou "El Gallo Salsero".
Frankie Ruiz - "El Papá De La Salsa".


Oscar D'León - "El Diablo De La Salsa", "El Rey De Los Soneros" ou "El Bajo Danzante".


Ismael Rivera - "El Sonero Mayor".


Benny Moré - "El Bárbaro Del Ritmo".
Jose Alberto - "El Canario".
Ramón Sardiñas "Monguito" - "El Único".
Johnny Pacheco - "El Zorro De Plata".
Bobby Valentín - "El Rey Del Bajo".


Willie Rosario - "El Bravo De La Salsa" ou "Mr. Afinque".


Gilberto Santa Rosa - "El Caballero De La Salsa".


Celia Cruz - "La Reina De La Salsa" ou "La Guarachera De América".


Tito Puente - "El Rey De Los Timbales" ou "El Rey De La Música Latina".


Ismael Miranda - "El Niño Bonito".


Cano Estremera - "El Dueño Del Soneo".


Pete Rodríguez - "El Conde Negro De La Salsa".


Luis Enrique - "El Principe De La Salsa".
Perez Prado - "El Cara De Foca".
Issac Delgado - "El Chevere De La Salsa".
Adalberto Alvarez - "El Caballero Del Son".
Daniel Santos - "El Inquieto Anacobero" ou "El Jefe".
Carlos Argentino - "El Rey De La Pachanga".
Richie Ray & Bobby Cruz - "Los Durísimos".


Richie Ray - "El Embajador Del Piano".


Charlie Palmieri - "El Gigante De Las Blancas y Negras".
Sonora Ponceña - "Los Gigantes Del Sur".
Jimmy Sabater - "Mr. Mo".
Conjunto Chaney - "El Conjunto Del Amor".
Rey Ruiz - "El Bombón De La Salsa" (o mais ridículo de todos).
Victor Manuelle - "El Sonero De La Juventud".

Louie Ramírez - "El Quincy Jones de La Salsa"

Nestor Sanchez - "El Albino Divino".
Larry Harlow - "El Judío Maravilloso".
Manny Oquendo - "El Timbalero Mayor".
Eddie Santiago - "El Flaco Explosivo".


Roberto Roena - "Señor Bongó".

 

Miguelito Quintana – "El Negro Mayumbo".

Frankie Figueroa – "El Boxeador De La Salsa".

Adalberto Santiago – "El Elvis Puertorriqueño".

Chivirico Dávila – "El Cantante Aventurero".

Nelson Pinedo – "El Almirante Del Ritmo".

Jerry Rivera - "Cara De Niño".

 

(c) 1998-2005, Bernardo Vieira S., Jr.